A PESSOA CERTA

A pessoa certa é a que entra no nosso caminho naquele momento. 



Ninguém chega no décimo passo sem passar pelos nonos primeiros. Ninguém chega num sentimento pleno sem estar em sua plenitude. Ninguém retoma contato com sua plenitude sem limpar registros de histórias ruins, sejam suas ou que tenham-lhe marcado de alguma forma. 

Alguns preferem limpar estes registros em reclusão. Mas é nos relacionando que podemos nos enxergar, perceber emoções e origem do que sentimos. Nem tudo o que sentimos vem do coração. Muitas emoções são geradas por pensamentos, idéias, crenças. Estando no "jogo" é mais fácil permitir nosso desenvolvimento, nossa mudança. 

Portanto, algumas pessoas vêm para nos mostrar o que sentimos, como reagimos. Se não damos atenção, se não investigamos, também através do sentir, o que nos leva a pensar e sentir daquela forma, se abreviamos alguma experiência sob o pseudomotivo de que não é a pessoa certa ou de que não se está pronto, certamente, com extrema generosidade, a vida trará uma experiência bem parecida. Como um filme em que a gente pausa e pode levar 5h pra retomar, mas a pausa partirá do mesmo ponto. 

Isso por um motivo muito simples: senão houve mudança em nosso conteúdo interno, não haveria por que haver mudança no que vamos atrair pra nossa vida. E como haver mudança interna sem experiências? 

Na verdade é o medo que faz criarmos motivos para não prosseguir. Ou, da mesma forma, para muitas vezes criarmos uma idéia de que aquela pessoa é a pessoa que sempre esperamos, quando ainda não há um sentimento sólido que sustente isso. 

O que sugiro é que o desapego venha para não rejeitar e nem para se apegar tão rapidamente as experiências. Isso só engessa o processo. Entrar no fluxo, acreditar nele, fluir é o melhor caminho para otimizar o processo. Otimizar o que? O sonho de vivermos uma experiência feliz. E, muitas vezes não vivemos a felicidade por estarmos ocupados em buscá-la. 

Ver o processo global, não pensar em quem se quer, mas EM QUE se quer talvez seja um bom caminho. Viver o momento presente sem se trair, sem abrir mão do que é, de fato, importante. Não é alguém assim ou assado que vai nos fazer feliz, é a experiência. Por exemplo: andar de mãos dadas, ser surpreendida, um sorriso, tremer num toque, rir enquanto um beijo acontece, sentir paz e um encaixe perfeito nos braços daquela pessoa. No final, é tão somente isso que queremos viver. As grandes metas são apenas uma tentativa de se apropriar e ter um contrato vitalício, cheio de clausulas de garantia, daquele momento. Impossível! Pura ilusão! Por isso Osho diz que o relacionamento nasce do amor e o casamento nasce do medo. Se as coisas andarem bem, você fica com a pessoa. Se não é mais o caso, você se afasta sem nenhum sofrimento (mais no link https://www.palavrasdeosho.com/2010/02/amistosidade.html). Nada contra o casamento, mas da intenção que na maioria das vezes está por trás de se querer achar "a pessoa certa". 

Se flui, vamos viver o que está acontecendo de fato; nos ocupar e não nos pré-ocupar. Se não flui, vamos aceitar novas possibilidades, seja esta mesma relação em outro momento, ou seja uma nova que chegue tão magicamente como esta que se coloca em pausa chegou outrora. 

Se o foco estiver mantido no que se deseja viver, no que faz feliz e não com quem e se isso estiver alinhado com nosso SER e não com nossas carências, com nosso passado, então a vida trará de alguma forma, em alguém, não importa quem, se for pro bem. 

Estar receptivo e em fé no melhor, na abundância real e infinita de todos os recursos, inclusive e principalmente do amor, estar conectado com nosso autovalor e merecimento como inerentes e reais desde sempre, quer os conheçamos, quer não... Tudo isso me parece um bom caminho. 

Se este caminho ainda não parece o em que estamos, hora de ver para qual ponto lá de trás ainda estamos olhando. Normalmente é algo muito sutil, muito velado, como escutar que não deveríamos ter nascido ou que não fazemos nada direito ou que não há amor que dure pra sempre ou que não existem pessoas fiéis, mitos sobre a beleza, sobre o sexo, sobre a idade... Muitas são as bobagens em que convenientemente acreditamos para não assumir a responsabilidade de ser gente grande, olhar pra frente, já ser afortunado e simplesmente ser feliz. 

Parece loucura, mas, novamente, se ser feliz não lhe parece algo a que está fadado a ser sempre, hoje, agora, algo está fora do lugar! 

A pessoa certa é a que a vida nos traz. Se colocar em posição superior a vida, achando que o que ela tem trazido é pouco, é um caminho muito eficaz para permanecer na escassez. Esperar pela pessoa certa é não aceitar que a pessoa certa é você e, conseqüentemente, seu espelho que está bem a sua frente. 

 

 


 

Sentir, pensar e agir em harmonia.

Nossas maiores estruturas são o corpo, o propósito e as relações.
  • Relações dentro do corpo entre suas partes e com os corpos mental, emocional, energético;
  • Relação entre seus arquétipos (aspectos de personalidade e papéis sociais);
  • Relações intra e interpessoais.
  • Fluxo em todas as áreas da vida, se retro-alimentando.

Realinhamos estes elementos, de forma sistêmica e multidimensional, para retomar o fluxo da vida e da realização.Viver como num jogo de xadrez, calculando o próximo passo, controlando e administrando reações, gera tensão e compressão.

Sentidos como dores na coluna, articulações, disfunções hormonais, ansiedade, depressão, pânico, obesidade e outros.

Através de dores físicas e emocionais e na vida material, o corpo tenta nos dizer, à todo momento, o que é necessário.

Nosso cérebro assemelha-se a um hardware que opera com softwares (programações). Desinstalamos juntos este software  e instalamos a programação atualizada.

Considerando que nosso software está instalado em rede com o todo, a transferência de dados é ininterrupta e transforma cada célula nossa em cada segundo, sofremos interferências de forma passiva e impotente várias vezes ao dia. As emoções provocam descargas, com emissão de ondas e direito a curto circuito e arquivos fantasmas, vírus e bugs variados.

Somente quando você toma conhecimento, você tem poder de intervenção.

Treine suas partes a seu favor. Está tudo dentro de você.  

Todas as realidades sonhadas/ desejadas já são reais em alguma dimensão de você.

Materializamos a realidade da dimensão que mais alimentamos.