BASTA DE MEIA FELICIDADE!

A cultura humaniza as pessoas.
Não é o dinheiro que torna as pessoas mais educadas, mais tolerantes, mais amáveis e mais sociáveis. Muito menos é a falta de dinheiro. O que humaniza e torna as pessoas mais positivas e desejáveis é a cultura.
Por isso é tão fácil escravizar um povo de forma velada através da falta de cultura ou da seleção de que cultura poderá ser acessada por ele. As religiões são uma forma de cultura formatada, com códigos e leis implícitos; as novelas são uma forma de cultura com um padrão de comportamento que deseja-se incutir. E assim por diante.
Mas a cultura real, o incentivo livre e irrestrito à informação e ao conhecimento, ao debate e a formação de opinião própria, essa é para poucos.
Também não estou falando de grau de escolaridade. Nosso curriculo escolar e até mesmo os cursos universitários, que deveriam formar pensadores, são, cada vez mais medíocres e superficiais, começando pelo empobrecimento da formação dos educadores e mestres que leva à cursos com cada vez menos qualidades, cada vez mais baratos, abrangentes à mais pessoas e o despejo de milhares de novos profissionais no mercado que, apesar de alguns certificados dentro da pasta, estão com a pasta numa fila de emprego para ganhar salários menores que de um trabalhador da construção civil ou de um operário.
Nada contra; aliás, tudo a favor das classes trabalhadoras de base que fazem este país funcionar. A verdade é que conheço muitos advogados que não sabem nem escrever um português correto, que contam com estagiários redatores não remunerados; e conheço diversos mestres de obras, vendedores, corretores, manicures que conversam comigo sobre filosofia, mitologia e revelam-se ótimos matemáticos no seu exercício mensal.
Do que estou falando? DE GENTE!
De gente que não fica esperando que tudo e todos mudem, que a oferta de emprego aumente, que algum político mude tudo, que o salário mínimo chegue a mil dólares, que o ensino melhore, que os bandidos evaporem, que o conteúdo dos livros entrem por osmose pela axila na corrente sanguínea, que alguém diga que torresmo não tem colesterol, que chocolate não engorda, que refrigerante faz bem à saúde, que exercício físico não é mais necessário (tem gente que pensa que não é mesmo com as lipos), que os quilos a mais, as calorias, as dívidas e todos os problemas desaparecerão e, finalmente, que alguém há de salvar quem julga o próximo e fala mal dos outros e não cuida bem de si mesmo o tempo todo.
Falo de GENTE! Gente que gosta de ser gente, que vive porque a vida é cheia de presentes, que ama porque, senão, transborda, entope de tanto amor a si mesmo, que faz uma caminhada vendo a lua ao invés de ver TV, que lê livros porque é divertido, que admira e se inspira ao invés de invejar, que torna seu coração mais belo e bem preenchido como única forma de ver o melhor no outro, que come bem com prazer porque é inteligente, se cuida, se melhora por puro e inevitável amor a si mesmo.
Falo de gente livre, bonita, saudável, inteligente! Não falo de padrões de moda e nem de certificados. Falo de ser asseado, cheiroso, agradável, doce, engraçado, perspicaz, curioso, dinâmico, carismático, de ter um sorriso irresistível e uma companhia sempre desejada.
Falo do ser humano. Assim fomos criados por Deus e ele só pediu que amássemos uns aos outros como a nós mesmos. COMO A NÓS MESMOS. Mas vamos estragando a imagem que temos de nós mesmos, depois da vida, depois do outro... Esquecemos a majestade que somos.
Cultura, informação, conhecimento estão, sempre estiveram, ao alcance de todos. Mas tudo é escolha. E nada de errado, cada um é que sabe o que quer ser. Mas QUERER É TOMAR A RESPONSABILIDADE DE CRIAÇÃO SOBRE A PRÓPRIA VIDA E SER LIVRE, TER CORAGEM, AGIR APESAR DO MEDO, NÃO DIFICULTAR, só isso.
Perceba que as pessoas mais felizes e bem sucedidas que você conhece, aquelas que você mais admira, são pessoas que não complicam, que não duvidam de si mesmas e que assumem responsabilidades. Não esperam por políticos, nem líderes, ou por mudanças ou por serem emagrecidas ou promovidas, reconhecidas. Elas AGEM, FAZEM! E também aceitam aquilo que não é possível sem lamentações, pura perda de tempo, partem logo pro plano B, pro plano C (claro que elas sempre têm porque é normal que as coisas não aconteçam exatamente como desejamos e planejamos, todo mundo sabe disso).
Elas são melhores que você? NÃO! Eu não acredito!
Parar de fumar, ser linda, ganhar muito dinheiro fazendo o que gosta, ser feliz... Isto está ao alcance de toda e qualquer pessoa e veremos, semanalmente, um caso diferente, um enfoque diferente e nos veremos espelhados em vários companheiros leitores. Mande sua história, dúvida ou insatisfação. BASTA DE MEIA FELICIDADE!

OUTROS SERVIÇOS DISPONÍVEIS

Detalhes no link de cada um: