O QUE FAZER? Desconfortos emocionais e energéticos e transições coletivas.

Os últimos meses tem sido de fazer qualquer trabalhador da Luz tentar achar o caminho de volta.   

1.       Não tem volta

2.       Se tivesse, não iríamos querer voltar.

Então a gente começa a reclamar. Esqueci. Não adianta.

Depois a gente começa a ficar com medo de ficar doido, ou então de não saber resolver ou de nunca mais ter uma noite de sono normal ou passar um dia de forma minimamente estável emocionalmente.

Só eu ou mais alguém?

Bem. Então vamos a algumas retrospectivas:

1.       “A quem muito foi dado, muito será cobrado” (Lc 12, 48)

2.       Haverá um tempo de separar o joio do trigo

3.       O mundo será separado em dois mundos. Ou, para quem preferir, a crença do apocalipse, juízo final, céu e inferno.

A verdade é que nem mesmo acreditamos direito no que dizemos que acreditamos. E não usamos nem 10% do que sabemos.

Acabou a super produção reencarnacionista, a lei do carma. A lei de causa e efeito é no aqui e agora.

Com isso, não há mais umbrau. O umbrau foi aberto desde a ascensão de 2012 e convive entre nós. As estações de rádio – frequencias – não se misturam. Mas nós estamos por demais viciados em emoções, descargas elétricas e bioquímica de sofrimento. Então a gente, sim, vai lá dar uma voltinha de vez em quando. Porém antes, era mais fácil transitar. Agora a gente  entra e parece areia movediça, não consegue sair. E logo logo não será mais possível sair mesmo. Esta é que é a separação entre dois mundos. É a retirada da "ponte" entre as duas dimensões (frequências). Se estivermos do lado bacana vai ser ótimo. Senão...

É melhor pararmos de brincar disso e resolvermos logo nossas questões. Se cuidar bioquimicamente, quebrar contratos inconscientes, honrar ancestralidade, perdoar o que tiver que perdoar e romper com a maior magia de todos os tempos: a automagia da autopunição, baseada na programação da culpa e do medo. É isso mesmo. As trevas nem precisam trabalhar muito, porque este chip de culpa e medo vem no DNA. Precisamos nos mexer para remover.

Ou seja, em breve serão dois mundos mesmo. Porém isso não acordará diferente da noite por dia. Já está acontecendo.

Dar uma passadinha em shoppings, raves, baladas, cinema, e outros locais de aglomeração e fortes descargas emocionais já está tendo um preço alto demais pra quem tem seu canal de sensitividade mais aberto. E vamos poupar “Ai meu Deus, sou esponja, o que eu faço?”

Vamos usar o efeito "esponja" para emanação e não para captação.

Alguns recursos, claro, podem ajudar: orgonites, cristais, alho etc. Mas não mudarão quem você é. Novamente “A QUEM MUITO FOI DADO, MUITO SERÁ COBRADO” (Lc 12, 48)

Você tem ferramentas!

A vida colocará situações pra você aprender a usar o brinquedinho novo. Se você é esponja, você sabe SIM como ajudar coletivamente. Se não lembra conscientemente como faz, peça, antes de dormir, para acessar este conhecimento.

Nossas entranhas e vísceras estão sendo remexidas, pois a vida é generosa e está dando uma ajudinha a expurgarmos todo o necessário. Como? Dando instruções detalhadas?

Sim para quem pede e ouve.

Não para quem se desespera e se acha vitima, mesmo que de vez em quando, por 5 minutos.

A vida remexe trazendo toda a sujeira (emoções densas, mágoas, ressentimentos à tona).

Com as mesmas pessoas e situações? Não. Atraindo para si repetidas histórias que irão mostrar estas emoções bem guardadinhas como tesouro em nosso baú (intestino). Medo de ser traído, raiva do sexo oposto, sentimentos de vingança, julgamento, apegos,  medo de perder ou de ficar sem dinheiro...

Tudo isso já passou da hora de ser curado.

E dá-lhe Ho’oponopono.

Dá-lhe mesa radiônica

Dá-lhe constelação

Dá-lhe EFT

MEDITA

Visualiza!

Até quem não tem recursos hoje tem a disposição diversas ferramentas gratuitas a disposição na internet.

Só precisa da decisão. Da escolha pela felicidade, pela alegria, pela liberdade, por descartar antigas conviccções, pensamentos e falsas seguranças.

Porque do medo todo mundo quer se livrar. Da escassez todo mundo quer se livrar. Mas alguém quer perder o emprego sem garantias?

Alguém quer perder o namorado sem garantias?

Alguém quer ficar sozinho, sem seus pais, sem garantias?

Sem casa...

Não.

Então ainda estamos no mesmo buraco.

Ainda não conseguimos ter, verdadeiramente, confiança na abundância infinita e recursos infinitos da vida, do Universo e na recompensa inevitável a criação do belo e da paz pra coletividade.

Ainda queremos um apartamento muito confortável, fazemos questão do elevador, do carro e do jantar num restaurante muito bacana.

Eu também curto. E muito. Olha que eu digo: GOSTO MUITO DE DINHEIRO.

Mas o que precisamos é reescalonar as prioridades. Parar de sofrer com a ilusão de escassez - seja material ou afetiva - que nós mesmos criamos. Fruto do apego. Que é fruto do medo.

Saber que sempre existe Plano B, Plano C e que a vida vem em ondas como o mar. Tudo que desce, volta a subir. Sempre. Tudo passa.

Se na sua vida nao está passando há muito tempo, é porque você não está permitindo. Porque não está disposto a entrar de novo no risco do jogo da vida e fica economizando seus talentos ao bem maior, ao bem coletivo. Ainda fica com medo do fracasso, medo de perder... Ou seja, voltamos: MEDO.

Por medo não aceitamos nem mesmo ascensionar, "porque não sei como é depois..." Então fico aqui pastando e chafurdano na lama que é melhor. Não é mesmo?

Ainda estamos todos chorando o Todinho derramado. Chorando a falta de namorado, a falta de dinheiro, a falta de energia, a falta de saúde, falta, falta, falta...

Esquecemos que sabemos fazer.

Nós criamos o Todinho!!!! Nós criamos este mundo, esta vida, estas necessidades. Esquecemos?

E Deus – D’eus – criou a Natureza, com tudo o que precisamos.

Ou seja, sempre tivemos tudo que precisamos, mas criamos ilusões de que precisamos de mais, criamos este mais e acreditamos que não sabemos mais viver sem isso. E o pior: sofremos!

É tragicômico.

De novo, gente: eu adoro a vida urbana, o conforto. Adoro namorar. Adoro estar com a família e me sentir apoiada e pertencente. Mas OUÇAM:

Isto são ilusões que criamos. Somos completos em nós mesmos. Vemos o que não conseguimos  ver em nós mesmos nestas estruturas. Mas, apesar de ser bom e continuar curtindo, saber que NÃO PRECISAMOS! 

Isso é se desidentificar, des-envolver. É saber que isso não é você. Não é essencial. Isso é plus! É bonus.

É mais que urgente desidentificarmos destas pseudonecessidades.

Minha mãe não me amou, meu pai abandonou. Por favoooooooooooooooor, tire essa camisa de força de você mesmo. Agora!!!!

Vá viver, vá criar sua vida. Não digo porque seja fácil para mim, mas sim porque preciso refazer isso todos os dias. E faço. Porque não é mais opcional. É única saída.

A maior prisão é a dos nossos pensamentos e ressentimentos.

Olha que pouco inteligente: re-sentimento. Ressentir o que já passou. Anos e anos e anos.

"Ah! Mas eu não posso perdoar. Não consigo." Quem perde???

Eu também luto para conseguir perdoar algumas coisas. Mas luto. Achar que isso é o normal? Jamais!

A mente só é programada para repetir. O excesso de atividade mental, que leva às memórias e ressentimentos, gera a reemissão de descargas elétricas chamadas emoção.

Somos bioquimicamente – é verdade – viciados nessas descargas.

Se não temos sofrimentos, vamos buscar nas memórias. Se não vamos buscar conscientemente, vamos atrair circuntâncias que nos façam sentir, de novo, traídos, abandonados, sozinhos, injustiçados etc etc etc. Se não vamos buscar assim, então criamos dores e doenças no corpo. Até mesmo um acidente. Ou um câncer.

Se você estiver pensando “Isso é porque ela não sabe como me sinto”, faça Ho’oponopono pra você mesmo 500x pra tentar se dar o direito, o merecimento, a mudar e a ser feliz.

Voltando.

Precisamos limpar as memórias!

Pois é no corpo emocional que nos enganchamos com o inconsciente coletivo.

Imaginem quantas mentes pensando as mesmas coisas: meu chefe, meu marido, meu pé, minha coluna, meu cheque especial, medo de assalto, dor, dor, dor, medo, medo, medo, escassez, escassez, de amor, de dinheiro, carência de amor, de dinheiro, de sexo, de alegria, de tudo!!!

Além disso, temos mais um detalhe:

Falta de água.

Alguém parou pra pensar que isso é o sistema dizendo GAME OVER?

Alguém parou pra pensar que somos 77% de água, igual ao planeta?

Alguém parou pra pensar que água é o corpo emocional?

Alguém parou pra pensar que temos que cuidar desta nuvem emocional que está doente? Precisamos cuidar desta falta de amor coletiva. Desta carência. Em quem realmente falta e não em nossas reclamações de barriga cheia.

Seja qual for a minha, a sua dor, existem maiores.

Existe alguma forma de ajudarmos a alguém. E surgirá alguém que possa nos ajudar. Esta é a Lei.

Parar de olhar pro proprio umbigo é uma otima maneira de mudar a vibração.

Se você não quer ser voluntário de nada, use seus talentos, mas não pra ganhar uma esmola no final do mês. Mas sim pra mudar a vida de pessoas. Faça isso no estado da arte, ajude a criar o belo, a harmonia, um novo mundo.

Ocupe-se de usar seus talentos pra fazer outros mais felizes. Mesmo que em pequena parte de seu tempo.

Faça para isso e não para pagar contas. É a super dedicação em pagar contas que faz com que você sempre tenha mais delas pra pagar.

Ocupe-se de oferecer, doar e, assim, vivenciará – mais do que ter, viver – a prosperidade.

Ser, para fazer, para ter.

Além disso, no Rio de janeiro, por exemplo, estamos passando por obras drásticas em locais que são centros de poder.

A praça VX está revirada. Revirados estão os elementais da cidade.

Precisamos de rituais de cura para a reorganização dos elementais, pois isto refletirá em nossos elementais internos.

Quem, no RJ, não tem sentido ondas de angustia e raiva?

O que acham que é?

“Ai, coitado de mim, estou me sentindo assim e não sei o que faço.”

Vamos sair da caixinha. Olha o caos coletivo!

Bem...

Além deste momento um tanto delicado, não bastasse toda esta urgência que nos foi imposta e tem sido todos os dias, o kundalini - a energia de cura sagrada - do planeta, que esteve até 1985 no Tibet, desde 2012, vem se acomodando na América do Sul. “A QUEM MUITO FOI DADO, MUITO SERÁ COBRADO” (Lc 12, 48)

Ou seja, estamos sendo chamados a enviar cura não só pra nossa cidade, mas para o Planeta.

Veja tudo que ha de desordenado no planeta.

Seus pensamentos, SIM, podem mudar isso.

Que está dormindo mal ou pouco ou sendo acordado todas as noites entre 3h e 4h da manhã está sendo convocado pra enviar energia de cura pro planeta. E sendo protegido, em estado de vigilia para não ser capturado pro lado escuro no astral.

O que fazer para assumirmos nossa parte, dormirmos melhor e não sermos tão afetados?

Segue uma lista:

1.       Comece cada dia listando dez bençãos da sua vida. Em todos os apectos, tudo que lembrar. Sim, você tem centenas de coisas a agradecer.

2.       Ho’oponopono toda vez que se irritar ou julgar alguém ou sentir medo, culpa, dúvidas excessivas. Se possível, aliar ao EFT. Veja a foto dos pontos para tocar, dizendo as frases. Pode acrescentar “Divino Criador, limpe em mim o que eu vejo nesta pessoa ou nesta situação”. 

Ha vídeos no youtube de demonstração. Faça o movimento por você mesmo.

3.       Medite. Se não sabe ainda, faça meditações conduzidas. Veja vídeos de minhas meditações com visualização e outros no youtube.

4.       Limpe seu organismo. Boa alimentação, desintoxicação. É essencial para saúde física, mental e emocional. Veja minha Palestra Inteligência Neuro endocrina emocional on line gratis.

5.       Tome suco verde em jejum, após um copo de agua em temperatura ambiente. Veja minha entrevista com receita.

6.       Seja responsavel, consciente e congruente com sua saúde física, mental e emocional. Veja meus artigos de saúde. E solicite E-book grátis na lateral esquerda do site, mais acima.

7.       Aprenda a dizer não e colocar limites. Aos outros e a você mesmo, a sua mente e seus antigos hábitos e vícios. Procure ajuda, se precisar.

8.       Alimentações leves antes de dormir, sendo a ultima pelo menos 3h antes de dormir. Nada de gordura ou carne na ultima refeição. Se houve destes itens na ultima refeição, então deve esperar 6h até dormir.

9.       No sono você não sabe para onde está indo. Certamente para onde seu estado do final do dia estiver em sintonia. No mundo astral – para onde vamos no sono – não há as barreiras de proteção que há aqui no mundo físico. Portanto, se você estiver em risco, pode até causar insônia ou sono picotado como proteção.

10.   Nada de brigas ou procurar problema antes de dormir. Melhor dormir. Nada de pre-ocupações. Jogue a intenção de resolução pro Universo e desapegue. Você não encontrará soluções na mente racional. Muito menos da hora de dormir.

11.   Dormir com a TV desligada. Sempre. Seu inconsciente continua absorvendo informações e as da TV não são as mais recomendadas. 

12. Oração antes de dormir não é mais opção. É única saída. Mas há um jeito certo de fazer (diariamente, sem falhar)

  • Comece agradecendo a melhor coisa do seu dia.
  • Depois agradeça tudo de bom que tem na sua vida. Não importa que você ja fez ontem ou faz todos os dias. Faça de novo.
  • Depois pegue esta energia de gratidão e envie como cura para todos os necessitados do mundo. Cite os destinatários que lembrar (pessoas nos hospitais, vitimas de violencia, crianças de rua, etc etc)
  • Depois pegue uma única questão que deseja resolver e visualize ela resolvida, com detalhes na imagem e ilumine com uma luz branca do seu amor e gratidão.
  • Agradeça poder ver esta solução já realizada.
  • Entregue e relaxe.
  • Somente depois, se for extremamente necessário, faça pedidos. Mas experimente não fazer, se puder. Saia da sintonia do problema e da escassez, para gerar sintonia com as possibilidades de solução.
  • Peça para acessar, em seu sono, seu corpo causal e acordar com seus méritos e sabedorias incorporados ao seu consciente.
  • Peça proteção no seu sono e que seja um sono reparador, que você acorde revigorado, criativo, alegre, disposto.

13.   Evite tumultos e aglomerações. Você sempre será roubado de sua energia.

14.   Evite ver o lado que gera impotencia das situações. Faça uma oração em seguida pela paz.

15.   Evite julgar e se julgar. Quando você julgar menos, você terá menos medo de ser julgado e poderá arriscar mais por sua felicidade.

16.   Mude a frequencia de seus pensamentos. Orai e Vigiai. Depois vigiai de novo. Mude, substitua por soluções ou frases amorosas consigo mesmo.

17. Invista em autoconhecimento. Depois invista mais um pouco.

18.   Cumpra o dever de usar seus talentos e realizar seus sonhos. Você está aqui apenas para isso. Pretende ir embora deste mundo sem fazer nada de importante? Não importa se vai conseguir pagar as contas e sim se vive feliz ou não. Isso é que te trará saúde e alegria.

19.   Ame. Não economize. Faça o bem. Ajude.

20.   Se você sente depressão, tristeza, é sua alma ressentida com você, por sua não ação por você mesmo. Por você não estar fazendo o que veio fazer.

21.   Evite períodos de inação, a não ser que seja meditação bem consciente. Escolha a ação ao invés do pensamento. Pensamentos apenas repetem.

22.   Faça exercícios com urgência. Aquele que conseguir.

23.   Dance

24.   Ouça música que te deixe em paz.

25.   Faça artesanato

26.   Entre em contato com a natureza pelo menos uma vez por semana e tome sol uma vez ao dia.

27.   Se chover, tome chuva.

28.   Desfaça-se de seus problemas. Para alcançar as soluções, diga para voce mesmo “Eu aceito perceber minha autoimportância de outra forma que não seja através de superar problemas. Eu aceito viver e receber com facilidade.”

29.   Cure-se de vícios e compulsões, mesmo as de reclamar, as de se preocupar e as de doenças ou de ajudar os outros. Tudo isso é vício e é baseado em culpa e escassez.

30.   Esqueça que o problema está em algo ou alguém. Tudo que você vê – TUDO – é espelhamento de partes de você mesmo. Tudo é uma relativização de como você se vê. Ame suas partes ou então você vai continuar atraindo algozes. Não seja algoz de si mesmo. Nao ha algozes no mundo. Isso é uma ilusão. Ha escolhas.

31.   Recupere seu direito e seu dever de escolhas. Prosperidade é ter escolhas. Relembre os motivos que te levaram a escolhas, reconheça sua habilidade em boas escolhas, honre cada escolha. Lembre que você pode mudar tudo a qualquer momento.

32.   Enumere suas  riquezas não financeiras.

33.   Enumere de quem você recebe amor. Cada um dos nomes.

34.   Leia Para ter um bom sistema imunológico

SEJA FELIZ

Acolhimento, Liberdade Criativa, Direcionamento e Suporte para Mudanças
 

SERVIÇOS DISPONÍVEIS

Detalhes no link de cada um: