Organismo Quântico

Quântica: Quando existem dois paralelos A e B e um deles é rompido, o outro fica mais forte comoforma de compensação para manter o equilíbrio global. Cria-se, assim, atendência até se formar um outro paralelo C como resultante.



Nosso corpo produz sintomas que são "super-atuações" de algum microssistema, descompensando sob um olhar individual, e compensando a baixa atuação de outro aspecto, compensando o sistema sob um olhar global, garantindo o equilíbrio possívele a sobrevida do todo.

Assim é qualquer organismo, é também numa empresa, numa cidade, no planeta e qualquer ecossistema. A dinâmica quântica, orgânica e multidimensional é real em qualquer, absolutamente qualquer ambiente. A Terra, Gaia, é um planeta vivo, quântico, orgânico, multidimensional e dinâmico. Tudo acontece multidimensionalmente, simultaneamente, sem parar. Um mínimo excesso ou carência de algum componente faz descompensar para garantir a sobrevida.

Por isso, hoje, são tão comuns as doenças que compõem a Síndrome Metabólica (diabetes, hipertensão, depressão, pânico, obesidade, acne, ovário policístico, inflamações recorrentes etc), decorrente do estresse, assunto já falado em outros artigos e disponível no site; por issosão tão comuns as gripes, os distúrbios hormonais, psicopatologias ou desvios, déficit de atenção, ansiedade, hiperatividade, problemas com memória, aprendizagem, perdas de cognição, doenças degenerativas... A lista não acaba.

Mas não era assim. Alguém já se perguntou como, em tão pouco tempo, tantas novas doenças surgiram? E não se trata de exageros. A cada geração, pessoas cada vez mais jovens adoecem.

Não adianta olhar somente sob o aspecto físico, fisiológico, porque, em geral estas disfunções são produzidas por pensamentos e ou emoções, conforme a Psiconeuroendocrinoimunologia já pesquisa e explica a fundo. Às vezes, até mesmo por uma carga energética sutil, proveniente de locais, consciente coletivo e disseminação de violência seja física, moral ou psicológica. 

Somos capazes de cobrir o cheque especial, de gastar com sanduíches, refrigerantes, cigarro, bebida, um sapato lindo que aperta, assinatura da TV a cabo, sair correndo do supermercado para assistir a novela e o Big Brother, mas dizemos não ter como fazer atividade física, ler um livro, meditar ou qualquer outra coisa que nos faça bem.

Geralmente, criticamos quando é nos outros, e até reconhecemos que alguns tópicos são nossos, mas, mesmo assim, simplesmente não mudamos. A vida já está caótica, já estamos adoecendo pela quantidade de produtos químicos que comemos sem ter a mínima idéia do que vai nos causar e, mesmo assim, estamos deixando pro futuro o planeta que está acabando exatamente agora. 

Estamos deixando para as gerações seguintes entender mutações que já somos nós. Ou alguém acha que não dormir, não defecar diariamente, viver ansioso e não conseguir perder peso é normal? Ou que a quantidade de pessoas atualmente acometidas é normal?

A ciência é quase completamente patrocinada pelos laboratórios farmacêuticos. A indústria farmacêutica (de remédios) é a segunda mais lucrativa do mundo, só perde para a indústria do petróleo. Fica menos doentes é responsabilidade de cada um de nós.

Da mesma forma: já conseguimos entender a situação do planeta, já conseguimos entender que o planeta vai SIM sobreviver, que a duvida é se NÓS vamos sobreviver, já entendemos tudo sobre a necessidade de usar energia renovável, de separar o lixo, de usar menos o carro, de denunciar, de participar... Mas a prática real ainda é quase zero.

Não nos demos conta ainda de que tudo é um super organismo vivo. Não há separação entre o meio e cada um de nós. Somos parte do meio, somos órgãos de um organismo chamado Terra. Assim como em nosso organismo há vários órgãos autônomos e interdependentes entre si, cada umde nós é um órgão do planeta. O Planeta e o ser humano possuem a mesma proporção de água e exatamente os mesmos minerais em sua composição. O que faz mal ao planeta nos faz mal e vice versa. Simples e real.

Por isso, ao termos pequeno contato com a Natureza, pisar na terra, ficar descalço, ou seja, se desfazer dos isolantes, nos sentimos revigorados, deixamos muita carga densa ali e nos nutrimos de uma nova força que restabelece instantaneamente os fluxos dentro denós. Por isso sentimos prazer ao comer uma fruta (a que gostamos) ou outro alimento vegetal. Eles provêm de um solo que tem composição similar à nossa. 

O problema é que não nos damos este direito, optamos pela TV, pelo comprimido, por ficar doente ao invés de acreditar na saúde como padrão natural, pelo choppinho, pelas fugas.  A fuga de vez em quando é boa. Se é... Não é preciso deixar de ter prazer. A proposta é aumentar prazer e não diminuir. Mas nada substitui o prazer de sentir o corpo leve, de ter energia, vitalidade, criatividade, de se gostar ao se olhar no espelho, de sentir prazer a cadacoisa que se faz, a cada novo dia. Isso é felicidade. 

Difícil? Nascemos assim! Como pode ser difícil? É só "desenguiçar", desintoxicar, fortalecer, reprogramar de volta ao padrão que já é nosso natural. 

Não precisa virar herói, basta buscar uma vida feliz para você mesmo. Não faça o que dizem para fazer, mas sim o que o deixa com energia, feliz e bonito.

Não faça algo pelo planeta ou pelas outras gerações. Faça por você mesmo hoje, agora! 

 


 

Sentir, pensar e agir em harmonia.

Nossas maiores estruturas são o corpo, o propósito e as relações.
  • Relações dentro do corpo entre suas partes e com os corpos mental, emocional, energético;
  • Relação entre seus arquétipos (aspectos de personalidade e papéis sociais);
  • Relações intra e interpessoais.
  • Fluxo em todas as áreas da vida, se retro-alimentando.

Realinhamos estes elementos, de forma sistêmica e multidimensional, para retomar o fluxo da vida e da realização.Viver como num jogo de xadrez, calculando o próximo passo, controlando e administrando reações, gera tensão e compressão.

Sentidos como dores na coluna, articulações, disfunções hormonais, ansiedade, depressão, pânico, obesidade e outros.

Através de dores físicas e emocionais e na vida material, o corpo tenta nos dizer, à todo momento, o que é necessário.

Nosso cérebro assemelha-se a um hardware que opera com softwares (programações). Desinstalamos juntos este software  e instalamos a programação atualizada.

Considerando que nosso software está instalado em rede com o todo, a transferência de dados é ininterrupta e transforma cada célula nossa em cada segundo, sofremos interferências de forma passiva e impotente várias vezes ao dia. As emoções provocam descargas, com emissão de ondas e direito a curto circuito e arquivos fantasmas, vírus e bugs variados.

Somente quando você toma conhecimento, você tem poder de intervenção.

Treine suas partes a seu favor. Está tudo dentro de você.  

Todas as realidades sonhadas/ desejadas já são reais em alguma dimensão de você.

Materializamos a realidade da dimensão que mais alimentamos.