SEDUÇÃO

Hoje quero falar de Sedução.

Acho que falta um pouco mais de culto e utilização da sedução no cotidiano.
Não falo só afetiva ou sexualmente. 
Não. Não!
Falo de seduzir a todo instante. Ser interessante para seu alvo.
Isso se aplica a relações diversas: seu chefe, fornecedor, cliente, amigos, namorado(a) e até seu animal doméstico.
Meus gatos seduzem a todo instante e, para ter um pouco de atenção deles, é preciso seduzi-los. É preciso ser mais interessante do que o que eles já tem em mãos - a eles mesmos.
Observei e trouxe para a vida cotidiana.
Vejo no Facebook e no consultório, diariamente, pessoas com expectativas não atendidas, formulando verdades sobre o comportamento do outro. Falsidade, Superficialidade blá blá blá.
A grande verdade resume-se a que esta pessoa não fez o que você queria. E ela não fez o que você queria porque isso não era o mais interessante para ela.
Primeiro, porque - antes de qualquer coisa, todos - inclusive alguém fora de nosso umbigo - têm direito de escolha.
Segundo, porque talvez você não tenha se mostrado interessante.

Lembro-me de uma cena do filme nacional “Avassaladoras” - que gosto bastante - em que a protagonista é orientada por um amigo experiente conselheiro a exercitar a sedução. Na primeira experiência, ela consegue uma degustação, dicas, desconto e sorrisos com o dono da loja de vinhos.
E assim é a vida.
Quando ficamos depositando nosso contentamento nas atitudes alheias, ainda é um comportamento da criança que chora pra ganhar o Todinho, o colo, o brinquedo...
Mas já temos ferramentas mais eficientes, basta desenvolver.
SEDUÇÃO!

SERVIÇOS DISPONÍVEIS

Detalhes no link de cada um: